Atendimento Psicológico Online?

Atualizado: 22 de mar. de 2021


Março de 2020 começava o isolamento social para conter a proliferação do vírus Covid 2019.


Há exatos 1 ano atrás todo caos sobreveio ao mundo diante de um vírus que nada se sabia. Diante dessa realidade fomos obrigados a nos reinventar para podermos com segurança continuar as nossas atividades dentro de nossa casa. E aí novas formas de se trabalhar foram sendo incorporadas, o home office é um deles, quem tem notebook, computador e internet razoavelmente boa pode continuar a trabalhar de forma que não impactasse os serviços oferecidos seja para quem é do formato CLT seja para quem é Autônomo.


Todos os lugares considerados "não essenciais" foram obrigados a fechar e ainda continuamos com essa postura diante do aumento de casos e mortes em todo o Brasil que é alarmante. Mais de 2 mil vidas foram perdidas nessa pandemia.


Estamos em Março de 2021 e agora lidamos com ás variantes desse vírus ainda considerado mortal. Embora nesse momento contamos com a vacina, ainda assim no Brasil devido a burocracia, a instabilidade politica e econômica prejudicam ainda mais a contenção do Coronavírus.


Em meio a pandemia me vi obrigada a realizar meus atendimentos de casa e com isso vários desafios surgiram. Eu sou deficiente auditiva bilateral e faço utilização de aparelhos auditivos que me ajudam a continuar no mundo dos sons. Diante disso fazer vídeos chamadas para atender a demanda dos meus pacientes que também vivem com a surdez se tornou um imenso obstáculo.


Mas como não desisto fácil fui aos poucos nesse 1 ano de pandemia construindo minhas formas de comunicação e entendimento, porque claro não basta apenas o paciente me entender, mas eu também entender ele.


Graças a tecnologia hoje posso realizar meus atendimentos ouvindo direto dos meus aparelhos auditivos que possuem bluetooth. Isso é fantástico e em face disso me sinto privilegiada por ter tido a oportunidade de adquirir essa tecnologia que agora me acompanha em meus atendimentos diários.


Como não bastasse eu não atendo apenas pessoas com surdez muito embora seja o meu público, eu atendo ouvintes que buscam auxilio e enxergam em mim uma porta para redescoberta e autoconhecimento.


Mesmo em meio a pandemia é gratificante poder exercer minha profissão com ética e responsabilidade podendo assim contribuir para a saúde mental tão vital em tempos tão difíceis em que atualmente vivemos.


Nunca em toda história se necessitou tanto de psicólogos ativos para dar conta de tantas pessoas com sofrimento emocional por não darem conta de suas próprias emoções pelo fato de serem obrigadas a ficarem em isolamento.


Isolamento que desencadeou problemas que anteriormente já existiam e que com a pandemia se tornaram evidentes. Mas porque isso? Porque com a correria diária era fácil esconder tais sentimentos e situações para debaixo de algum tapete perdido pela casa. E com isso tudo era deixado para depois.


Coma a pandemia não era mais possível evitar o confronto consigo mesmo e era preciso e ainda é encarar a realidade e buscar ajuda para manter a sanidade. E é por exta razão que me coloco a disposição através do meu consultório particular virtual para corresponder a essa demanda.


Busque terapia seja você ouvinte ou SURDO tudo que você precisa é de um computador, uma boa internet e muita disposição para se autoconhecer e se redescobrir melhor.


Psicóloga Josiane

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo