Minha Reabilitação Auditiva

Atualizado: 24 de mar. de 2021


Pela primeira vez eu faço Reabilitação Auditiva com uma fonoaudióloga excelente Aline que também é uma surda oralizada e compreende a vivência da surdez que é diária. Convivo com a surdez há 17 anos e somente agora consegui fazer.


A Reabilitação Auditiva nada mais é que um treinamento realizado presencialmente ou a distância na modalidade online que tem por intuito estimular o cérebro a decodificar e processar os sons que chegam por meio das vibrações sonoras com o uso dos aparelhos auditivos, coisas que a pandemia possibilitou para não deixar de cuidar da audição. Não há desculpa para não realizar.


Sim, a Reabilitação Auditiva deve ser feita com os aparelhos auditivos, porque eles devolvem parcialmente os sons que nosso cérebro não reconhecem mais. Não basta ter o diagnóstico de surdez e adquirir tecnologias auditivas, é preciso reaprender, treinar o nosso cérebro para identificar, reconhecer e discriminar os sons que chegam por meio dessa tecnologia.


Particularmente eu sofri muito nas primeiras semanas do uso dos meus aparelhos auditivos que possuem recursos de bluetooth que possibilitam ouvir ligações, músicas, áudios. Conectar com o computador, notebook para poder ouvir vídeos, músicas entre outras coisas.


Durante as primeiras semanas eu apresentei comportamentos de irritabilidades, vontade de tirar os aparelhos auditivos, uma sucessão de sustos diante dos novos sons e a quantidade deles. Foi bem difícil, mas após algumas semanas meu cérebro foi se acostumando.